Um clássico moderno e inesquecível

papilonPor Lorena Moura

Existem livros que nos marcam e nos deixam lembranças e passagens inesquecíveis. Desde muito cedo ouvi falar de um clássico que impressionou e comoveu diversas gerações. Um relato pessoal de um jovem francês de 25 anos condenado á prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, e que foi mandado para a Guiana Francesa para cumprir sua pena. As aventuras e planos de fuga deste jovem ficaram conhecidas no mundo todo. Papillon(borboleta em francês) é um livro autobiográfico de Henri Charriere, que relata as brutalidades do sistema penitenciário francês e principalmente seu único objetivo desde que foi condenado: fugir.

É incrível a quantidade de detalhes contados por Papillon. Depois de publicado, ele chegou a declarar que não tinha certeza absoluta sobre todos os fatos narrados. Algumas coisas podem ser fruto da sua imaginação ou de momentos de alucinação. Já que os castigos sofridos eram muito pesados e poderiam facilmente fazer com que uma pessoa perdesse um pouco da sua lucidez, nem que por apenas um momento.Na sua narrativa ele conta que passou dois anos em uma solitária.Imaginem só, dois anos sozinho, sem falar com ninguém… Se ele perdeu um pouco da sua lucidez eu não sei, mas que fez um bonito trabalho ao construir este livro, eu tenho certeza.

O seu apelido, Papillon, se deve a uma tatuagem que ele tem de uma borboleta no peito. Na sua narrativa podemos conhecer todas as pessoas que conviveram com ele durante a sua prisão e que participaram das suas fugas, em busca da tão sonhada liberdade.

Papillon ficou tão famoso que seu relato foi traduzido para diversas línguas e seu livro vendeu mais de quatorze milhões de exemplares. Esta obra perdura no tempo como uma das mais importantes aventuras narradas pelo homem. É um épico que sobrevive até os dias de hoje e ainda continua a conquistar novos seguidores. As aventuras de Charriere ganhou também a indústria cinematográfica. A primeira versão não rendeu muito dinheiro, mas a segunda feita em Hollywood se transformou em um dos maiores clássicos do cinema mundial.

Eu achei o livro espetacular. Emocionante, irresistível, uma aventura que irá continuar viva em minha mente e tenho certeza que em muitas outras. Uma leitura que ao meu ver deveria ser obrigatória. Porque  além de todo o sofrimento enfrentado por Papillon, o mais belo é a sua vontade de viver livre, de superar todos os obstáculos da vida e nunca desistir. E foi com toda essa energia e esperança que ele conseguiu se dar bem na vida. Boa Leitura!

Lorena Moura-Jornalista

lorenamoura87@gmail.com

Você também vai gostar:

O milagre que chega por um telefonema
Todas as garotas desaparecidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>