Um livro para ler e para rir

segredoEsse livro é para você que tá cansado de ler apenas livros sérios, ou a parte de política e economia do jornal. É um momento de fuga, no qual você esquece as coisas chatas e se joga de vez na diversão. O Segredo de Emma Corrigan foi um dos livros mais engraçados que já li na vida. Quando você consegue parar de rir, daqui a algumas páginas  vai encontrar uma situação ainda mais divertida. E a responsável por isso é a autora Sophie Kinsella.  A nossa personagem principal Emma Corrigan é bem discreta, mas tem diversos segredos que não ousa dizer nem sozinha na frente do seu espelho.  Mas eis que durante uma viagem de avião com bastante turbulências, ela acha que vai morrer e em total estado de choque  conta todos os segredos para o passageiro do lado. Fala sobre o que acha sobre o namorado, todas as escapadas no trabalho, o que não gosta em algumas pessoas… Fim da viagem de avião, Emma que não sofreu nenhum arranhão parte para o trabalho no dia seguinte e ao chegar encontra o passageiro que estava ao seu lado, e ela descobre que ele é nada mais nada menos que Jack Harper, o fundador e presidente da Corporação Phantes, na qual ela trabalha. Que coisa, hein. Como é que fica a situação de uma pessoa que contou ao seu chefe(mesmo sem saber que era ele) como ela faz para escapar do trabalho? Esse é o ponto de partida de um livro divertidíssimo que vai te conquistar logo de cara.

A leitura é rápida, porque é leve e com muito toque de humor. E o mais engraçado é que  vez outra você vai se identificar com Emma Corrigan. Porque atire a primeira pedra quem nunca contou uma mentirinha na vida? Seja uma doença ou cólicas durante a TPM para faltar a aula ou o trabalho?

Já escrevi outra resenha sobre uma das séries de Sophie Kinsella, mas esse foge do seu estilo romântico clássico, se concentra mais nas tiradas de humor de uma personagem que não consegue ficar fora das confusões mais mirabolantes possíveis.

Agora o que fica de lição é:  cuidado com os estranhos que sentam no seu lado, seja no bus, no avião ou no metrô. Vai saber quem ele é, né? Nunca conte a ninguém como você faz para faltar o trabalho; Procure diminuir as mentirinhas que você conta no dia a dia, afinal mentira tem perna curta né… Conte apenas a verdade, independente se ela vai te deixar no momento  feliz ou não. Porque o que importa no final, é sempre a verdade. Boa leitura!  

Lorena Moura
Jornalista

Você também vai gostar:

O mito e a pessoa
A delicadeza de uma gueixa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>