Papa, pastor, senador, goleiro… Precisamos de ajuda!

Papa, pastor, senador, goleiro... Precisamos de ajuda!O mundo está clamando por mudanças, por melhorias e será que ninguém está percebendo? Nos últimos dias diversos acontecimentos vem comprovando isso e as pessoas parecem observar. Será?

Amanhã serão realizados os primeiro ritos do conclave para escolha do novo Papa. A eleição levanta polêmicas referentes a pedofilia, homossexualidade, preconceito e outros. O povo, independente de ser católico, clama pelo fim dos crimes e torcem por alguém que consiga, pelo menos, harmonizar essa que é uma das instituições mais poderosas do mundo.

Na semana passada a polêmica girou em torno do pastor Marco Feliciano, que foi eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Um homem que vêm polemizando com suas citações direcionadas aos negros e gays. A população se manifesta em protestos para sua saída. O mesmo funciona com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) – alvo de escândalos políticos -, milhares pedem a sua saída do cargo.

O goleiro Bruno Fernandes foi condenado a 22 anos e três meses de prisão, por homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação de cadáver da modelo Eliza Samudio, morta em 10 de junho de 2010. O goleiro, que já cumpriu dois anos e oito meses, poderá ir para o regime semiaberto em cerca de cinco anos. Resultado: revolta da maioria dos brasileiros.

Hugo Chávez morreu e a população da Venezuela demonstra dois sentimentos, o maior deles, o de desamparo, e o segundo, o de uma política melhor ou no mínimo como se encontra.

Analisando todos esses pontos passamos a observar que a esperança por um mundo melhor, com menos defeito e com mais amor passe a ser realidade. A fé é a principal ferramenta apresentada por todos, inclusive por ateus; independente da religião ou não, o ser humano necessita de bons sentimentos. Quem sabe depois da páscoa, como muitos acreditam ser um tempo de passagem, de libertação, possamos nos surpreender.  

Jornalista Adriano Portela

Você também vai gostar:

Crítica do filme Somos tão jovens
Início de temporada... É hora de testar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>