Outlander- A Libélula no Âmbar

ARQ_Outlander_2_47mm.inddPor Lorena Moura

Lembram que falei que estava viciada em uma nova série? Outlander para ser mais precisa. Pois bem, o vício só aumentou e como já finalizei na TV a segunda temporada da série, resolvi ler o livro(Outlander- A Libélula no Âmbar) e claro, não poderia deixar de trazer essa obra para a minha resenha semanal.

Achei diferente o fato de que no primeiro livro a obra acaba em um lugar e no segundo começa em outro momento totalmente diferente. Gostei bastante disso, porque é nesse momento que a série vai ganhando mais forma e peso, e isso fez com que por um minuto eu refletisse sobre se seria possível essas voltas no tempo, se realmente poderia existir e se isso seria legal. Me julguem hehehe.

Neste segundo volume acompanhamos a jornada de Claire em plena corte parisiense, ao lado de Jaime, é claro. Tudo gira em torno da missão dos dois de tentarem evitar o destino já escrito, que no caso é a batalha dos Jacobitas que tentam ainda restaurar o reino Stuart. Conhecemos também Brianna, a filha do casal que vive duzentos anos à frente do tempo do seu pai. É a partir do momento em que Claire conta a sua história para a filha que vamos conhecendo um pouco mais sobre toda essa história.

O que eu mais gosto da história, além de Jaime, é claro, é de como todos os personagens tem um toque de realismo. Eles tem suas fraquezas, seus medos e incertezas e também seus momentos de bravura, suas paixões e tragédias. É como se eles fossem mais próximos de nós, porque assim como eles temos também os mesmos sentimentos e sensações. São personagens que nos fazem suspirar e prender a respiração em momentos de alegria e tristeza. E a cada livro vou me apaixonando e torcendo por esses personagens. Estou agora na contagem regressiva pelo lançamento da nova temporada na TV e também para ler o próximo livro. Boa leitura!

Lorena Moura- Jornalista

lorenamoura87@gmail.com

Você também vai gostar:

A realidade da humanidade
A série Outlander

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>