O Chick Lit que faz bem

svG9ayzcV7DRoapt781JNh5Rj5Ppd4GT27QiMkBDGzs okPor Lorena Moura

O que quatro milhões de libras poderiam mudar na sua vida? Para Jessica Wild a personagem principal do livro resenhado de hoje “1 milhão de motivos para casar ‘, muda basicamente tudo. Ela descobriu que está prestes a herdar essa fortuna, mas como nada é perfeito, para sua riqueza se tornar real, só existe um pequeno detalhe que pode dificultar sua vida: no testamento a sua amiga Grace, uma velhinha muito simpática deixa todos os seus bens para a Sra. Jessica Milton. Tudo isso porque Grace sempre perguntava pela vida amorosa de Jessica, que respondia com pequenas mentirinhas, do tipo, comecei a namorar agora com um grande publicitário chamado Anthony Milton, o chefe dela. E  logo depois ela disse que tinha se casado. E agora para embolsar a fortuna ela vai ter apenas 50 dias para se casar com Anthony, mas sem que ele saiba o real motivo. 

Esse é mais um livro do gênero Chick lit. A autora é Gemma Townley, irmã da também escritora Sophie Kinsella. Conhecem né? Eu amo Sophie e agora também passei a gostar de Gemma. Elas escrevem sobre um tema em comum a literatura voltada para mulheres, com histórias leves e engraçadas que costumam explorar o amor e suas confusões. 

As situações que acompanhamos no decorrer das páginas são bem engraçadas. Tudo isso porque Jessica deu início ao seu projeto casamento. E como já falei, serão apenas 50 dias para que ela consiga chamar a atenção de Anthony, fazer com ele sinta um certo interesse por ela, fique encantado, apaixonado e sim, a peça em casamento. Mas existe outro detalhe nisso tudo, Jessica não acredita em casamentos e paixões. Ela é focada no trabalho e totalmente desiludida do amor.  E assim ela vai contar com a ajuda de suas amigas para aprender mais sobre esse assunto. E são essas as partes mais engraçadas do livro, quando ela aprender a falar de forma sedutora, a jogar o cabelo de lado, que roupa de vestir… e muito mais. Eu dei muitas gargalhas e fiquei com gostinho de quero mais. Não pelo livro não ter uma conclusão(que por sinal tem, e é ótimo), mas é que ele é leve e nos faz feliz com o mundo fofinho do gênero Chick Lit. Porque o objetivo desse tipo de literatura é esse, nos fazer bem. Boa leitura!

Lorena Moura-Jornalista

lorenamoura87@gmail.com

Você também vai gostar:

Um livro para ler e para rir
A importância da leitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>