Menina Sem Nome – Documentário

O documentário mostra um crime que chocou os recifenses nos anos 70. Uma menina que apareceu morta, o crime até hoje não foi desvendado e a garota tornou-se um mito; por muitos considerada uma santa. O doc foi finalista do Festival Nacional de Cinema da UFRJ (2007), Rio de Janeiro. Uma realização Portela Produções.

 

 

Você também vai gostar:

Reverso - Curta Cinema Nacional
Trailer do curta "Um passo à frente"

8 comments on “Menina Sem Nome – Documentário

  1. amaro vieira disse:

    muito bom rever esse trabalho !!

  2. This is very interesting, You’re a very skilled blogger. I have joined your rss feed and look forward to seeking more of your excellent post. Also, I’ve shared your web site in my social networks!

  3. thanks for being watching the blog, friend! Happy 2013.

    • Maria Lúcia Crisyovaõ Viana Macedo disse:

      Cini eu gostaria que este caso um dia fosse solucionado,meu Deus como foi trágico,como ela sofreu,,taõ jovem. eu conhecí hoje esta história me comoveu bastante.Deus d~e muita luz para ela!!

  4. que tristeza mano esse misterio poderis ser resolvido agora fica ai sem suspeitos e uma pena bem que eu queria ir visitar o tumulo dela e de outras pessoas que marcaram a nossa historia

  5. ana paula disse:

    Todos que nascem; tem um pai e uma mae; conserteza eles viram o noticiario e nao se pronunciaram devem ter alguma relaçao cm o crime ou conhece; ou ela era de rua e por isso a familia nao se inportou. Pra ser santa consideravelmente canonizada tem que ter uma historia de vida honestidade na sociedade e praticas religiosas. Nao é simplismente pegar um corpo que a familia nem quiz reconhecer e considerar uma santa

  6. ana paula disse:

    … e porque a policia nao fez os procedimentos pra ver o dna e a arcada dentaria impressao digital pra descobrir o parentesco que na verdade todos que nascem tem um registro de nascimento. Pela idade dela esse caso deveria ter sido solucionado; os parentes dela sabem de algo e quem sabe eles estao indo visitar o tumulo tambem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>