Uma fantasia que ultrapassa os limites da realidade

ALI SHAWPor Lorena Moura

Se tem uma coisa que me fascina nas pessoas é quando no meio de uma conversa ao acaso a pessoa deixa escapar que é viciada em livros, que ama ler, sentir o cheiro deles. Pronto, já subiu no meu conceito. E foi justamente nesse mero encontro em uma academia de ginástica(mais precisamente na esteira) que conheci a Geane, uma senhora apaixonada pelos livros, daquela que os olhos brilham quando fala sobre o assunto. E com isso passei a ficar mais tempo na esteira escutando aquela mulher falar das obras que mais a marcaram. É uma sabedoria e riqueza de alma que você ganha com essas conversas. E no meu caso também perdi umas gramas por causo do tempo a mais que passei a  ficar na esteira.

Foi a Geane que me apresentou e me emprestou “A garota dos pés de vidro”,  para uma leitura. Não morri de amores pelo livro, mas me apaixonei pelo jeito entusiasmado desta senhora que falava com tanto amor sobre o enredo da obra. Do quanto ele foi mágico para ela e do quanto esse universo  de fantasias do escritor Ali Shaw a fez bem. Porque vocês bem sabem que para nós os viciados no mundo da literatura, os livros possuem o dom de provocar alegria, de nos transportar para um local melhor e de simplesmente nos completar.

Ali Shaw, foi muito corajoso neste seu primeiro livro . Ele ousou ao criar e nos apresentar  os jovens Midas e  Ida. Ele é um tímido fotógrafo e ela uma garota determinada que vai até o arquipélago de Saint Hauda’s Land em busca de uma cura para uma doença que a vem torturando. Ela está se transformando em vidro. E juntos eles vão ter que correr contra o tempo para encontrar uma solução. É uma linda história, muito fantasiosa, mas sincera do ponto de vista do que os românticos e acredito que até os mais céticos também acreditam, que o amor pode vencer alguns obstáculos que ás vezes, parecem ser intransponíveis.  E juntos eles vão viver uma linda e criativa aventura. Ao passo que vamos acompanhando a luta desses dois jovens, vamos passeando pelo cenários criados pelo autor, são pântanos congelados, oceano de baleias, touros que voam, e por ai vai.

O livro se mantém em uma narrativa lenta, não tem ação. Permanece sempre em um ritmo constante.Esta é uma obra para pessoas que gostam de ler livros de fantasia, onde o mundo real não espaço. O que é necessário para se deleitar com este  livro é o espírito  livre que o leitor tem que ter, para se permitir voar, mesmo sem asas e principalmente  se deixar levar pela magia, fantasia e criatividade que um escritor possa nos apresentar. Boa leitura!

Lorena Moura – jornalista
lorenamoura87@gmail.com

Você também vai gostar:

Receitas, vida e sopa
O novo livro de Jojo Moyes

One comment on “Uma fantasia que ultrapassa os limites da realidade

  1. Seldom am I satisfied with the quality of the online content I read today. This happens to be just the material I like to read because it makes me think.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>