As rainhas que mudaram a Europa

1507-1.jpg 2 reduPor Lorena Moura

Eu sou completamente apaixonada pelas histórias de reis e rainhas. Sério! Eu acho que em alguma vida passada, morei na França no meio do absolutismo francês e depois em pleno anglicanismo na Inglaterra, durante o reinado de alguma rainha. No meu entendimento isso pode ser explicado por dois motivos: o primeiro é pelas histórias que escuto desde cedo do meu pai, que me apresentou aos Três Mosqueteiros de Alexandre Dumas desde o dia em que escolheu o meu nome. E a segunda é a minha ida a esses dois lugares. Posso dizer que me senti em casa ao visitar a França e Londres. É uma sensação de voltar para os lugares que pertenço. É meio louco lendo assim, mas só sentindo para entender.

Voltando a literatura,  sempre procurei por um livro que tivesse as histórias desses reis e rainhas que marcaram o mundo com seus atos e descompassos. O dos reis eu ainda não encontrei( então caso alguém ache, aceito de presente), mas há cerca de 4 meses atrás encontrei a obra “ Rainhas Trágicas” que reúne diversas histórias das mulheres fortes, à frente do seu tempo, donas de si e marcadas por jogos de poder e amor. E muitas vezes, por esses dois últimos pontos citados algumas perderam a cabeça (literalmente). É essa a história do livro resenhado esta semana, que reúne a história de 15 monarcas que deixaram sua marca na história da Europa ( e no mundo) e que revolucionaram muitas instituições com seus pensamentos e ideais.

A maioria delas já nasceram com o direito ao trono, mas muitas só conquistaram o poder através dos casamentos arranjados pelos seus pais. As histórias apresentadas são de quinze rainhas, como Maria Antonieta, Mary Stuart, Catarina de Médici, Maria Leopoldina,  Ana Bolena e mais dez outras. O livro é riquíssimo em informações detalhadas desde o nascimento dessas mulheres até os dias de suas mortes. São perfis que contam as histórias de seus reinados e lendas.

O livro é caro, paguei noventa reais (ele veio diretamente de Portugal), mas vale cada real gasto. Afinal, essa obra reúne mulheres porretas que ousaram ir contra as correntes que as dominavam. Afinal, o machismo é praticado desde sempre e o mais comum na época dessas rainhas e princesas, é que elas fossem educadas para serem um exemplo, aquela velha história do ” bela, recatada e do lar”, e depois de casadas, deveriam gerar um herdeiro. Mas elas quebraram as regras (ainda bem), e passaram a governar de acordo com seus ideais. Todos deveriam ler esse livro! É história viva.

O responsável por esse exemplar incrível é o historiador Renato Drummond Neto. Para mim, sem dúvidas esse é um dos melhores livros que já adquiri na vida. Uma boa aquisição para quem assim como eu, é apaixonada pela história do mundo e pelas pessoas, afinal são elas que fazem as histórias acontecerem. Depois dessa leitura já  tenho as minhas rainhas preferidas, mas devo confessar que elas são tão incríveis que é difícil ficar fã de apenas de uma. Boa leitura!

Lorena Moura- Jornalista.

lorenamoura87@gmail.com

Você também vai gostar:

Faltou mais ação e adrenalina
Sete dias de confusões, família, amor e muita loucura

2 comments on “As rainhas que mudaram a Europa

  1. cybele rubens vassalo lage disse:

    Lorena, boa noite.
    Eu também tenho essa sensação de ter vivido em outras vidas neste século de reis e rainhas. Dentro desta linha de histórias não sei se você teve oportunidade de ler “As amantes da história ” Caso não tenha lido ,vai gostar. O livro é ilustrado com fotos em branco e preto.Vale a pena ler.
    Um abraço.

  2. Lorena Moura disse:

    Oi Cybele! Tudo bem?
    Ainda não tive a oportunidade de ler este que você citou. Mas já estou colocando na minha lista de livros desejados. Obrigada pela dica!

    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>