A magia pode acontecer

umahistoriaincomum_capaweb.jpg.200x300_q85_upscalePor Lorena Moura

Eu não sei vocês, mas eu sempre acreditei em magia. Deve ser porque tenho uma mente muito fantasiosa, que desde criança fica imaginando inúmeras coisas ao mesmo tempo. Vi muitos desenhos que misturavam magia em suas histórias e depois virei fã de Harry Potter, que nem preciso dizer, é magia pura. O livro resenhado desta semana segue apostando neste tema, em “Uma História incomum sobre livros e magia”, o ilusionismo acontece a cada página.

Tudo gira em torno de quatro personagens principais, Kai, Leila, Ralph e Edwina. A história começa quando Kai chega ao Texas para visitar sua tia-avó Lavinia. E do outro lado do mundo, no Paquistão, Leila deseja ser tratada como uma princesa pela família de seu pai e viver fortes emoções. O que elas não sabem é que mesmo distantes, suas vidas estão conectadas, tudo isso graças a um livro em branco, o “Cadáver Excêntrico. É que ao passo em que Kai escreve no livro, suas palavras magicamente aparecem no exemplar de Leila e aos poucos a história que interliga esses mundos vai ficando mais clara, é quando vamos sabendo mais detalhes sobre o romance vivido por Ralph Flabbergast e Edwina Pickle mais de cinquenta anos antes.

O livro fala sobre destino, futuro, amizade, amor, esperança, oportunidade e os fortes laços que unem as pessoas para sempre. O enredo é diferente e interessante. Eu particularmente gostei do livro, mas mesmo curtindo fiquei com a sensação de que faltou algo. Queria ter me encantado mais. Achei também que os personagens poderiam ser ainda mais desenvolvidos, claro, que cada um com suas histórias e particularidades. Isso foram detalhes observados por mim, mas que não diminuem em nada a linda obra criada pela autora Lisa Papademetriou. Foi muito legal todas as vezes que a própria autora colocava sua opinião, achei uma graça, super divertida, ela trouxe ainda mais leveza a sua obra. Esse livro pode ser lido por diversos públicos, mas na minha visão o foco principal são as crianças que enxergam melhor do que nós adultos as belezas e as simplicidades da vida, além de claro terem uma facilidade maior de enxergar a beleza interior das pessoas.

Mas tem uma coisa que não posso esquecer de comentar, é sobre a linda capa do livro que aqui no Brasil foi publicada pela Editora Arqueiro. Ficou encantadora! Devo confessar também que fora a sinopse do livro que me conquistou desde a primeira linda, a bela capa também tem sua participação na minha escolha pelo livro. Linda demais! Boa leitura!

Lorena Moura- Jornalista
lorenamoura87@gmail.com

Você também vai gostar:

Faltou mais ação e adrenalina
Livro para as mamães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>